Skip links

Oliveira de Azeméis tem nova casa dedicada ao Teatro e a Qualidade do Ar é uma das prioridades

Teatros, Qualidade do Ar

A renovação do teatro conta com Unidades de Tratamento de Ar da Ocramclima.
Melhor qualidade do ar viabiliza mais saúde, mais atenção e melhores espetáculos.

Aspeto exterior do Teatro Caracas.

Quase meio século depois de ser inaugurada, a sala de espetáculos de Oliveira de Azeméis está a ser recuperada pela autarquia da cidade, no espaço do Cineteatro Caracas. O emblemático Teatro foi construído nos finais da década de 60, substituindo o antigo cinema “Avenida Cine” e, segundo o projeto de remodelação, serão criados novos espaços e reforçadas as valências existentes nos três pisos que compõem o edifício. Além de serem desenvolvidas novas condições que irão oferecer um maior leque de opções culturais para os oliveirenses, parte desta ampla requalificação diz respeito à melhoria da qualidade do ar, fator fundamental para o bem-estar dos utilizadores do espaço.

A Ocramclima é a responsável pelo fornecimento de Unidades de Tratamento de Ar, que tornarão o interior do cineteatro um local onde se respira ar da melhor qualidade, dotado de todas as mais valias para se desfrutar de um espetáculo cultural.

Em 1968, a inauguração do Cineteatro Caracas foi um acontecimento marcante na vida do concelho de Oliveira de Azeméis. A construção de um novo edifício possibilitou a instalação dos equipamentos de projeção e som mais modernos da época, adequados às grandes produções cinematográficas então em voga. O espaço também já incluía equipamentos e instalações necessárias à apresentação de peças de teatro e espetáculos musicais. Nessa data, para garantir o conforto dos espetadores, foi instalado um sistema de aquecimento e arrefecimento da sala. Passados mais de cinquenta anos, o renovado Teatro conta agora com a inovação dos equipamentos Ocramclima, que possibilitam a manutenção da temperatura, respondendo a altos níveis de exigência.

As exigências para manter a Qualidade do Ar em salas de teatro

Os teatros estão entre as estruturas ambientais mais complexas de ventilar dadas as suas caraterísticas inerentes: recebem usualmente grandes cargas de calor com caráter transitório à medida que o público entra e sai da sala de espetáculos; a iluminação muda de cena para cena, e tem um nível de ocupação muito volátil.

A necessidade de uma boa performance acústica, para projetar voz e música, sendo no teatro que a amplificação de voz é menos usada, faz com que seja fundamental o controlo do ruído de fundo.

Todos estes são fatores que condicionam muito o desenho do sistema de ventilação para que a qualidade do ar interior e o conforto térmico dos seus ocupantes não fique comprometido.

A correta temperatura, a humidade relativa, os níveis de CO2, a velocidade do ar e o fluxo de calor são fundamentais para que os ocupantes avaliem a sua experiência como saudável, confortável e o mais positiva possível durante um espetáculo. No teatro maior qualidade do ar também condiciona um melhor espetáculo.

Leave a comment

WordPress Cookie Notice by Real Cookie Banner